• SS3 Tecnologia

Segurança em Redes de Computadores: 6 Dicas para evitar ataques!

Atualizado: 3 de Nov de 2020


Segurança em redes de computadores

Agentes maliciosos pairam sobre a rede todos os dias em busca de alvos fáceis e dispositivos vulneráveis para realizar um ataque, roubar dados e informações importantes. Logo, a segurança em redes de computadores é fundamental, não importa se você trabalha com uma grande corporação ou uma pequena empresa.


A medida que novas tecnologias são desenvolvidas, cresce o número de pessoas mal intencionadas a fim de tirar vantagens das brechas dos sistemas.


Assim, até mesmo o menor dos ataques cibernéticos pode causar danos graves à instituições e empresas – em alguns casos, totalizando prejuízos milionários. Os crimes vão desde o sequestro de informações valiosas até o bloqueio de dispositivos operacionais.

Com problemas assim pairando ao nosso redor, cabe às organizações investir na segurança em redes de computadores.


Mas, como fazer isso?


Para te ajudar a proteger os dados da sua empresa ou organização, listamos 6 dicas valiosas para evitar ataques maliciosos na rede e assegurar total proteção cibernética.


Fique por dentro de tudo, a seguir!


1 - Substitua os softwares piratas por originais


Substitua os softwares piratas por originais


Quando o assunto é a segurança em redes de computadores, não podemos arriscar. Apesar de mais baratos para a empresa, softwares piratas podem ser perigosos. As licenças que compramos junto a programas originais nos dão maior segurança e garantem recursos extras para a proteção dos dados.


Assim, tão danosos à rede de computadores quanto os próprios hackers, os softwares piratas não são uma boa solução para quem busca segurança.


Isso porque, além da pirataria ser um crime registrado em lei, as chances de os softwares não-originais estarem infectados com vírus poderosos é grande e, às vezes, nem mesmo o antivírus é capaz de remediar os danos.


Embora muitas pessoas apostem cegamente em softwares piratas, contando com a ajuda do antivírus, a prática não é recomendada.


A tecnologia está em constante evolução, mas, infelizmente, nem todas as novidades vêm para o bem. Criminosos virtuais trabalham, diariamente, no desenvolvimento de programas prejudiciais aos computadores e muitas vezes os disfarçam de softwares piratas, que parecem inofensivos. No entanto, por trás deles escondem-se malwares que nem mesmo os programas de proteção conseguem identificar e remover.


Por isso, garantir a segurança em redes de computadores é fundamental. Dessa forma, assegure que apenas softwares verificados sejam instalados.


2 - Desenvolva uma política de segurança de dados


Política de segurança de dados em redes de computadores

A maioria dos criminosos virtuais acessaram redes de computadores vulneráveis para obter dados e informações sigilosas, que possuem um grande valor para a empresa. Deste modo, a criação de políticas exclusivas para a segurança em redes de dados é indispensável.


É necessário implementar políticas direcionadas, especificamente, para a segurança de informações, de modo a protegê-las de violações externas e, até mesmo, internas.


Assim, para que as medidas sejam efetivas, todos os colaboradores da empresa devem seguir os protocolos de segurança, não deixando nenhuma etapa de fora para assegurar total proteção dos dados.


Nesse sentido, para além da implementação, a conscientização dos funcionários é fundamental. Por isso, instrua-os sobre a forma correta de utilizar programas e se comportar na rede.


Medidas como essa auxiliam na construção da segurança em redes de computadores e tornam a ação de agentes maliciosos ainda mais difícil.


3 - Faça testes para garantir a segurança da rede


Testes para garantis a segurança da sua rede


Pentest ou teste de invasão, é uma forma de assegurar a proteção da rede, na prática. A técnica ajuda a identificar falhas no sistema e ainda permite a prevenção contra ataques externos.


O teste consiste, basicamente, no ataque intencional ao sistema da empresa por profissionais qualificados, com a finalidade de verificar o nível de segurança em rede. No processo, tanto sistemas, quanto sites e aplicativos podem ser invadidos.


A simulação busca ser o mais fiel possível à realidade, vistoriando cada fragmento da rede de modo a identificar gargalos e pontos de vulnerabilidade. O processo se dá em cinco etapas:


  • Reconhecimento de informações do sistema;

  • Mapeamento geral do sistema;

  • Acesso e teste de falhas;

  • Manutenção da rede;

  • Limpeza dos rastros.


A técnica contribui para a implementação da segurança em rede de computadores e dá maior visibilidade ao time de T.I na solução de erros.


4 - Use um firewall de segurança


Firewall de segurança de rede em computadores

Ataques podem acontecer sob qualquer ângulo. A cada mínima brecha na rede, invasores abrem caminho para roubar dados e prejudicar o sistema de organizações. Dessa forma, é importante garantir que todas as entradas à rede estejam bloqueadas para o acesso de fontes externas.


É nesse momento que o firewall entra em cena. A ferramenta tem como objetivo proteger todas as portas de entrada de um sistema de segurança em redes de computadores. O firewall atua, basicamente, como um porteiro – ele é o responsável por liberar a entrada de softwares na rede.


A ferramenta bloqueia agentes suspeitos e ainda pode ser usada para gerenciar o acesso de colaboradores na internet, impedindo o acesso de páginas que violam o acordo de segurança da empresa.


A SS3 Tecnologia oferece excelentes serviços de firewall, que fazem a diferença na hora de proteger a sua rede de computadores. Atuando como um braço direito para a segurança, a empresa garante que o firewall esteja sempre ativo e atualizado, com novos recursos e otimizações para que você fique por dentro de tudo o que acontece na rede.


5 - Mantenha tudo atualizado


Atualização para a segurança em redes de computadores

As atualizações de programas e apps não servem apenas para a implementação de novos recursos e ferramentas. Elas também têm como finalidade corrigir bugs e atualizar a segurança da rede.


Os sistemas operacionais costumam disponibilizar opções de atualização automática, o que pode ser uma boa alternativa para garantir a segurança na rede sempre que necessário.


No entanto, quando se tratam de servidores, a prática não é comum. Isso porque as atualizações automáticas podem interromper aplicações e “quebrar” o sistema, bloqueando recursos importantes para o funcionamento da rede.


O não cumprimento das atualizações pode tornar o sistema de segurança em rede vulnerável a ataques de terceiros. Logo, é de grande importância manter as aplicações sempre atualizadas, manual ou automaticamente.


6 - Instale um antivírus confiável


Antivírus para a segurança em redes de computadores


Por mais óbvia que essa dica pareça, é sempre bom ressaltar a importância de um antivírus para a segurança em redes de computadores.

Mesmo com outros recursos instalados, a ação do antivírus é indispensável. Os recursos de segurança em redes de computadores funcionam de forma conjunta, ou seja, cada ferramenta cumpre sua função a fim de gerar um sistema seguro e livre de ameaças.


Além de buscar por programas infectados e aplicações suspeitas, os antivírus ajudam na sinalização de erros e identificação de agentes potencialmente perigosos.


Assim, garantir que ele esteja sempre atualizado é um passo importante para ter um sistema de segurança forte e resistente a ataques.


A segurança em redes de computadores é um fator crucial para as operações de empresas ao redor do mundo. A falta de proteção pode levar ao vazamento de dados, danos a equipamentos e tecnologias, além de, em alguns casos, provocar graves perdas financeiras.


Por isso, invista na proteção da sua rede de computadores e evite problemas de cibersegurança contando com a SS3 Tecnologia!