• SS3 Tecnologia

Como a IoT pode ajudar no atendimento hospitalar



Nunca o setor de saúde foi tão sufocado como atualmente, depois da pandemia, que ainda não terminou, estão surgindo inúmeros outros vírus que afetam as pessoas que necessitam de atendimento especializado. Além de tudo, ainda tem o envelhecimento da população e as doenças crônicas que fazem com que os hospitais necessitem de atendimento, cada vez mais agilizado, com eficiência e também na gestão de recursos.


Sendo assim a tecnologia é uma excelente aliada à otimização de processos proporcionando maior agilidade e diminuição dos custos. A Internet das Coisas (IoT) é uma das tecnologias com maior potencial para tornar os atendimentos mais ágeis e a gestão de recursos mais eficaz.


O que é a Internet das Coisas (IoT)?



Conceitualmente, a Internet das Coisas, ou simplesmente IoT, caracteriza objetos físicos conectados com sua própria identidade digital e capazes de comunicarem-se entre si. Essa rede cria uma espécie de ponte entre o mundo físico e o mundo virtual.


Do ponto de vista técnico, a IoT consiste na identificação digital direta e padronizada (endereço IP, protocolos smtp, http, etc.) de um objeto físico, graças a um sistema de comunicação sem fio que pode ser uma etiqueta RFID, Bluetooth, Wi- Fi, 4G, 5G e assim por diante.


Os objetos conectados utilizam sensores, que podem ser usados ​​para rastreabilidade de equipamentos, medição de temperatura, monitoramento de rota e muito mais.

Como a IoT pode ajudar no atendimento hospitalar?



Em termos práticos, a IoT pode ajudar o setor da saúde de várias formas. Tratando especificamente do atendimento hospitalar, essa tecnologia pode ser utilizada no monitoramento de ativos de alto valor para o hospital, como cadeiras de rodas e respiradores.


Isto é, incorporando sensores aos ativos, a administração hospitalar e as equipes médicas podem saber exatamente onde cada equipamento está localizado, em tempo real, por meio de um dashboard, que pode ser acessado de qualquer dispositivo (como notebooks, tablets e celulares). Dessa forma as equipes médicas podem contar com um grande aliado na preparação para atendimentos, como também contar com muito mais agilidade em casos de emergência.


A IoT oferece outras opções para melhorar o atendimento hospitalar. Por exemplo, se uma unidade sofre com queixas de que as refeições estão chegando frias, a administração pode contar com uma ferramenta para monitorar o percurso realizado e o tempo gasto entre a cozinha e os leitos.


De posse dessas informações, é possível, por exemplo, redesenhar os processos para melhorar o atendimento hospitalar e garantir a satisfação dos clientes.


Em suma, em quase todos os processos que envolvem medição e monitoramento podem ser otimizados com uso da IoT, inclusive monitorar as frotas de ambulância. Com a Iot é possível obter a otimização dos atendimentos e a satisfação dos pacientes.


Conte com a SS3 Tecnologia para implementar a IoT no seu negócio!