• SS3 Tecnologia

Adequar o e-mail corporativo à lei LGPD


Adequar o e-mail corporativo à lei LGPD

No ano de 2021 foi sancionada a Lei Geral de Proteção de Dados com a exigência de adequação das empresas da forma mais rápida possível. Porém, muitas empresas possuem dificuldades em cumprir a Lei LGPD.


Quem se adaptou às regras em primeiro foram os sites, nos dias atuais qualquer endereço já apresenta um pop-up pedindo a aceitação para utilizar os dados. Porém, muitos não lembram que os e-mails corporativos também necessitam atender à Lei LGPD.


O que é a lei LGPD?


O que é a lei LGPD

A Lei LGPD foi criada no ano de 2020 com o intuito de proteger os dados de internet, qualquer empresa que faça negócios no Brasil está sujeita à Lei. Ela tem como objetivo proteger e garantir a segurança de dados pessoais, como CPF, RG e endereço. A Lei também facilita o controle a cesso dos usuários a suas informações pessoais.


Se uma empresa não respeitar a Lei, terá que pagar multa de até 2% da receita da empresa, o que para a maioria pode ser um valor bem considerável. Porém existe um limite de 50 milhões de reais por infração, se o valor da multa ultrapassar o valor informado. Por isso, de nada adianta colocar o site dentro da Lei, se não a cumprir. É necessário cumprir todos os tópicos da Lei LGPD para evitar multas.


Maneira que a LGPD impacta no e-mail corporativo


Maneiras que a LGPD impacta no e-mail corporativo

Imagine que um cliente enviou por e-mail um orçamento e nesse informou todos os dados pessoais da empresa. Mesmo que você não faça um arquivamento desses dados, o cliente pode exigir saber sobre qual a finalidade das informações. Então será preciso que você prove, e para tanto será preciso ter:


1º Segurança de dados em empresas privadas:

No artigo 6º da Lei LGPD salienta a necessidade da “utilização de medidas técnicas e administrativas aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais ou ilícitas de destruição, perda, alteração, comunicação ou difusão”.

Essa exigência ocorre por que existem muitos dados informados nos e-mails corporativos, por isso é importante ter segurança na plataforma de envio. Dessa forma os hackers e não terão acesso a esses dados.


2º Transferência internacional de dados:


De acordo com a Lei, é importante garantir aos usuários que os seus dados são armazenados no país. Caso esses dados estejam em um país onde não se cumpra a Lei, os dados podem ser vendidos. Por isso é importante averiguar quais países possuem a Lei LGPD.


3° Retenção de Dados:


Na Lei LGPD, informa que os dados devem mostrar os propósitos da retenção de dados. Isso compreende que é necessário informar ao usuário que não existirá outra maneira de usar os dados a não ser a proposta. Isso é feito para que o usuário tenha segurança em compartilhar os seus dados pessoais.


A SS3 Tecnologia auxilia a sua empresa a se adequar a Lei LGPD e garantir a seus clientes que seus dados pessoais estejam seguros.