• SS3 Tecnologia

10 Dicas para otimizar o monitoramento de TI


10 Dicas para otimizar o monitoramento de TI

A área da Tecnologia da Informação (TI) é extremamente necessária para a sustentação de qualquer negócio. Com a chegada da pandemia no ano de 2020, a transformação digital teve que ser acelerada, pois muitas empresas dependem 100% de tecnologia para poder operar de forma segura, eficiente e competitiva no mercado.


Portanto para conseguir monitorar toda essa infraestrutura de TI, diminui de forma drástica as indisponibilidades, as interrupções e as falhas, que provavelmente estarão colocando a sua empresa em risco causando prejuízos.


Veja aqui 10 dias que selecionamos para aperfeiçoar o monitoramento de TI


1ª- Identificar o que precisa ser monitorado


Identificar o que precisa ser monitorado

Comece a monitorar os sistemas mais críticos e depois com o tempo passe para o resto da infraestrutura. Uma dica muito importante é monitorar os elementos de tecnologias que são indispensáveis e extremamente necessários para a empresa funcionar de forma plena.


2ª- Definir um profissional dedicado à tarefa


Definir um profissional dedicado à tarefa

É importante que a empresa eleja um profissional que fique dedicado apenas ao Monitoramento de TI. Geralmente as empresas elegem mais funções para esse profissional tirando ele do foco principal.


Esse monitoramento deve ser feito por um profissional qualificado que saiba o que está fazendo, pois, caso um alarme soe ele deverá saber exatamente como agir.


Esse profissional é muito importante para manter os sistemas atualizados e monitorados. Se você não tiver uma equipe para fazer o trabalho, poderá contratar uma empresa especializada.


3ª - Escolher a ferramenta de monitoramento


Escolher a ferramenta de monitoramento

A SS3 Tecnologia possui ferramentas modernas que otimizam o Monitoramento de TI dos clientes, independente da ferramenta escolhida, ela deve ser administrada de maneira correta pelos profissionais encarregados por ela.


4ª - Criar alertas de monitoramento e regras de escalação


Criar alertas de monitoramento

Quando na empresa possui escalação de incidentes, auxilia na automação de processos e direcionar os incidentes aos seus respectivos responsáveis. Esses alertas podem ser direcionados para plataformas usadas como Slack, Microsoft Teams, Telegram, WhatsApp, SMS ou E-mail. Dessa maneira o responsável é notificado assim que algo de errado estiver acontecendo.


5ª - Definir Indicadores de desempenho


Definir Indicadores de desempenho

Quando você usa indicadores de desempenho fica mais claro os pontos fortes e fracos da infraestrutura de TI. Sendo assim você já tem um norte para a tomada de decisões, e de oportunidades para resolver o problema da melhor e mais rápida forma possível. Os indicadores mais utilizados são o SLA (Service Level Agreement), o MTTR (Tempo Médio para Reparo) e o MTBF (Tempo Médio Entre Falhas).


6ª - Focar no negócio


Focar no negócio

É importante ficar focado na monitoração, pois uma monitoração, quando é bem realizada, deve investigar a disponibilidade do negócio e isso se reflete nos elementos de infraestrutura.


7ª - Monitorar a causa raiz dos problemas


Monitorar a causa raiz dos problemas

Quando ocorre a monitoração da causa raiz do problema a ideia é de alinhar a TI ao negócio, unindo indisponibilidades de serviços ao elemento de infraestrutura que está sendo monitorado.


Quando a empresa não consegue gerar NFes, é muito importante solucionar o problema com rapidez.


8ª - Aplicar Gestão à Vista


Aplicar gestão à vista

A gestão à vista, nada mais é do que compartilhar indicadores de performance e qualidade com a equipe, de forma que os dados recebidos possam orientar da melhor forma a tomada de decisões.


9ª - Criar relatórios de desempenho


Criar relatórios de desempenho

Os relatórios devem ser feitos todos os dias e acompanhados frequentemente, pois é através deles que os padrões de qualidade do monitoramento conseguirão ser estabelecidos e aumentar a qualidade dos SLAs.


10ª - Estruturar um NOC


Estruturar um NOC

A evolução da prática de monitoramento de TI é considerado o NOC, conhecido como: Central de Operações de Rede, esse é um monitoramento interno e externo que auxilia de maneira proativa e preventiva para manter o ambiente de TI mais estabilizado possível.


Pode ser definido por uma equipe qualificada que trabalha, geralmente 24×7, para identificar, escalar e/ou resolver incidentes. No NOC são feitos o monitoramento e a gestão de eventos de TI.


As grandes organizações já introduziram em suas empresas essa prática, nas pequenas e médias empresas também tem sido difundida essa prática, pois ela tem sido um diferencial no mercado e vale a pena investir.